DC Filmes 

Joker – Em vídeo, realizador revela que cena arrepiante do filme não estava no guião

Em entrevista ao The New York Times, o realizador Todd Phillips (The Hangover) falou sobre uma das cenas mais emblemáticas e arrepiantes de Joker.

[⚠ SEGUEM-SE POSSÍVEIS SPOILERS ⚠]

Segundo o cineasta, a cena em questão, que mostra Arthur Fleck (Joaquin Phoenix) a dançar numa casa de banho, não estava originalmente no guião.

Foi apenas quando Phillips recebeu um excerto da banda sonora, composta por Hildur Guðnadóttir (Chernobyl), que o ator Joaquin Phoenix (Her) decidiu inesperadamente dançar ao som da música.

Podes ver abaixo o vídeo que explica a inclusão desse improviso no filme:

Focado na origem do icónico vilão da DC, o filme é virado para o crime e terror, sendo então orientado para o público adulto. A história situa-se nos anos 80, em Gotham City, e inspira-se em alguns elementos do graphic novel The Killing Joke, retratando e apresentando o personagem como um comediante falhado. A premissa do filme é descrita como “um estudo psicológico a um doente mental que se torna no príncipe do crime.”

A produção não é situada dentro do DCEU (Universo Estendido da DC, onde se situam filmes como Batman V Superman, Wonder Woman, etc), e conta com um orçamento estimado em US$ 55 milhões, valor significativamente menor em relação às demais produções de super-heróis.

O ator Bradley Copper (A Star is Born) serve de produtor ao lado do realizador Todd Phillips, com este a ter escrito o guião ao lado de Scott Silver (8 Mile).

Atores como Robert de Niro (Taxi Driver), Zazie Beetz (Deadpool 2), Bill Camp (Red Sparrow), Frances Conroy (American Horror Story), Douglas Hodge (Penny Dreadful) e Dante Pereira-Olson (Happy!), formam o restante elenco.

Joker é uma ideia que faz parte do selo Elseworlds (ou DC Black), um tipo de publicações da DC Comics sobre realidades hipotéticas, na qual “os personagens são retirados dos seus cenários habituais e colocados em locais e épocas diferentes. Locais e épocas que existiram ou que poderiam ter existido… ou que não podem, não poderiam nem deveriam existir.” (Via Wikipedia)

Esta versão não tem qualquer ligação com a do ator Jared Leto, introduzida em Suicide Squad (2016). Embora não tenha sido oficialmente confirmado, Leto está previsto para interpretar novamente o famoso príncipe do crime em Birds of Prey.

O filme Joker, protagonizado por Phoenix, chegou aos cinemas a 3 de Outubro.

Related posts