DC Filmes 

Justice League – Diretor de fotografia chorou com a versão do filme que foi lançada nos cinemas

Embora Liga da Justiça tenha decepcionado muitos dos fãs, a maior desilusão foi para aqueles que trabalharam diretamente no filme da DC.

Numa entrevista com o ComicBookDebate, o diretor de fotografia Fabian Wagner, que também trabalhou em Game of Thrones, revelou ter sido uma dessas pessoas que ficou frustrado com a versão dos cinemas.

“Sim, infelizmente vi [essa versão]. É difícil dizer porque vi o filme sem parar de chorar. Assim, é difícil dizer o quanto mudou, mas foi muita coisa. A versão original [visionada pelo realizador Zack Snyder] era muito diferente.”, contou Wagner.

Por fim, o cineasta revelou que, para si, aquele projeto marcou-lhe a vida, e por isso é triste ver o que aconteceu à produção: “Foi a melhor altura da minha vida. Existiam mais coisas que faziam desse filme algo bom, para além de poder trabalhar com Zack e com o resto da equipa. Conheci a minha mulher nesse trabalho. Foram filmagens espetaculares, e é uma pena que o filme se tenha tornado naquilo que se tornou.”

A grande controvérsia à volta da longa-metragem começou com a estreia desta nos cinemas em Novembro de 2017. Foi apresentada uma versão muito diferente, e pouco completa (bigode de Henry Cavill), daquela originalmente gravada pelo realizador Zack Snyder. Com isto, desde técnicos de produção ao ator Ciarán Hinds, que interpretou o vilão Steppenwolf, a postura da Warner Bros. foi muito criticada em relação aos cortes excessivos no filme – ler mais.

O assunto começou a ser muito comentado principalmente após a criação do movimento #ReleasetheSnyderCut que, através de petições (e não só), requer que seja lançada a versão de Snyder, na qual este filmou antes da sua saída como realizador devido a uma tragédia familiar.

Recentemente, e após várias especulações sobre se essa versão existia ou não, o próprio Snyder revelou que o seu corte do filme de facto existe, e que inclusive deveria ter à volta de 3 horas e meia de duração. Adicionando ainda que só faltava alguns retoques na parte de edição e uns efeitos visuais, até à Warner Bros. ter contratado Joss Whedon e ter pedido a este para lançar uma produção de apenas 2 horas.

Podes ver o filme, clicando em Justice League.

Related posts