Filmes 

The Mask – Criador do personagem cómico quer ver um novo filme com protagonista feminina

Faltam poucos dias para o 25º aniversário desde o lançamento de The Mask, filme de comédia de 1994 baseado nas bandas desenhadas da Dark Horse no qual ajudou a elevar Jim Carrey para a fama.

Com isso em mente, a Forbes esteve em conversa com Mike Richardson, um dos criadores do personagem que também é o fundador da editora que publicava as BDs.

Embora o filme protagonizado por Carrey tenha sido um tremendo sucesso, tanto pela crítica como comercialmente, após arrecadar 350 milhões com apenas 23 milhões de orçamento, a sequela – Son of The Mask (2005), que serviu mais de reboot do que continuação (visto que não teve o regresso do elenco do original), revelou ser um completo fracasso, tendo uma receita em bilheteira de menos de 60 milhões com um orçamento de ~100 milhões.

Apesar do segundo filme live-action ter muito provavelmente “morto” a franquia, Richardson é a favor de uma nova produção. Porém, com uma atriz no papel principal.

“Gostaria de ver uma comediante com uma boa representação física no papel. Eu tenho alguém em mente, mas não vou dizer quem ela é. Teremos de convencer bastante essa pessoa, mas veremos… Nunca se sabe o que poderá acontecer no futuro. Temos algumas ideias (…) O que é bom com a máscara é que qualquer um pode usá-la, então podes fazer uma história sobre qualquer pessoa e escolher qualquer comediante para o papel.”, contou.

Apesar de vários spin-offs e crossovers, a saga original de The Mask foi iniciada pela Dark Horse em 1991, até 1995, e acompanhava a história de uma máscara sobrenatural que garantia super-poderes ao seu utilizador, em troca da sua sanidade, e o inevitável caos que causava.

Podes ver o filme de 1994, clicando em A Máscara, ou a “sequela” – A Máscara 2 – A Nova Geração.

Related posts