Marvel Séries 

Jessica Jones – Krysten Ritter revela não ter interesse em voltar a dar vida à heroína da Marvel

Em entrevista à TVLine, a atriz Krysten Ritter anunciou que a terceira e última temporada de Jessica Jones foi a sua última vez a interpretar a heroína da Marvel que dá nome à série.

Questionada sobre a possibilidade de voltar a dar vida a Jessica Jones no futuro, a atriz disse: “Se acho que um dia voltarei a interpretá-la? Acho que não. Sinto que já fiz o suficiente. Sinto-me muito bem com isso. Sinto-me bem em fechar essa porta.”

A produção televisiva segue Jessica Jones (Ritter), que após a sua trágica e breve carreira como super-heroína, decide reconstruir a sua vida como uma investigadora privada lidando com casos envolvendo pessoas com habilidades extraordinárias em Nova Iorque.

Encerrada no dia 14 de Junho, o lançamento da temporada final de Jessica Jones marcou oficialmente o fim do universo televisivo da Marvel na Netflix.

Foi o encerramento de uma parceria entre a Marvel Television e o popular serviço de streaming, que havia sido anunciada em 2013. Começou com Daredevil, que ficou concluída após três temporadas e originou um spin-off – The Punisher (duas temporadas). Foi seguido por mais três séries solo: Iron Fist (duas temporadas), Luke Cage (duas temporadas) e Jessica Jones (três temporadas)E ainda chegou a ganhar um crossover, numa mini-série chamada de The Defenders.

Até a este momento, não foi revelada a razão do cancelamento das produções. Muitos especulam que a decisão foi exclusivamente da Netflix, sendo que estudos garantem que ouve uma grande perda de interesse nas séries, e portanto não compensava produzir novos episódios de produções às quais o serviço não era proprietário. Já outros afirmam que, com o lançamento do serviço de streaming Disney Plus, o estúdio do Mickey decidiu não renovar o contrato com a futura concorrência.

No entanto, o contrato exige que, caso a Disney (dona da Marvel) queira fazer algo com os personagens envolvidos nesta parceria, só o poderá fazer dois anos após o cancelamento das séries (inícios de 2021), visto que a Netflix continua a ser a detentora dos direitos até a essa data.

Related posts